Por in , , , ,
Sem comentários

Olá galera, antes de começar a postagem de hoje, queria passar a entrevista do atleta Maikon Leite dada após sua recuperação, ele se lesionou em 2008 num choque contra o ex-goleiro Bruno.

“Rompi o ligamento cruzado anterior, cruzado posterior, colateral medial, os 2 meniscos, ahh e desloquei a patela também, acho que foi quase tudo, né? Lesionei 80% de um joelho, isso nunca tinha acontecido no mundo inteiro, o médico disse que não existia parâmetros para servir como exemplo de recuperação.”

maikon-leite-ricardo-saibun-gazeta-press
NOTA: Maikon Leite voltou a jogar apenas 8 meses após a lesão!
FORTALECIMENTO DE JOELHOS

O ocorrido com o atleta Maikon Leite foi uma fatalidade, caso raro no esporte, no entanto a publicação de hoje vai para os “atletas” do dia a dia, que por algum motivo sentem incômodos nos joelhos, seja por ter começado a correr a pouco tempo, por exageros na musculação, ou até mesmo pelo fato de não dar a devida atenção para o fortalecimento dos seus joelhos.

Nenhuma outra articulação do corpo sofre mais estresse durante a corrida do que os joelhos. Por serem os principais responsáveis pela sustentação do peso corporal e pela locomoção, os joelhos são os primeiros a dar sinais álgicos quando o volume de treino aumenta ou quando forçamos demais o ritmo. A articulação do joelho é formada por ligamentos, tendões e cartilagens que formam uma estrutura capaz de movimentos de extensão, flexão, rotação interna e rotação externa.

“Por ser uma estrutura tão complexa, o joelho é mais suscetível a dores”

fortalecimentojoelho

Os pontos frágeis costumam ser o tendão patelar, que manifesta-se com dores na frente do joelho, e o músculo Ílio-tibial (aonde existe um tipo de dor conhecida como Síndrome da Banda Ílio-tibial), que causa dores na lateral do joelho, os ligamentos cruzado anterior e posterior, responsáveis por manter a estabilidade da articulação, também é especialmente importante na corrida.

Como não existem exercícios específicos para ligamentos e tendões, a melhor maneira de fortalecer o joelho é trabalhar os músculos que o cercam e que estão envolvidos na sua movimentação.

articuljoelho1

Dessa maneira, os ligamentos e tendões também ficarão mais fortes. O fortalecimento muscular é fundamental.

“Os músculos que envolvem essa região absorvem apenas 17% do impacto total; 83% é recebido pela articulação, o que envolve os ligamentos e tendões. Trabalhando toda a estrutura e deixando o treino o mais próximo possível da corrida, é possível prevenir lesões e melhorar a performance”, diz Luciano D’Elia, responsável, no Brasil, pelo desenvolvimento do Treinamento Funcional (já visto em outra postagem), método que trabalha as habilidades físicas exigidas em qualquer esporte, como flexibilidade, força, potência e equilíbrio.

O uso de superfícies instáveis e de deslocamentos visa deixar o sistema neurológico mais ágil, trabalhando a propriocepção (capacidade que temos de perceber a posição de nosso corpo no espaço, a cada instante), o equilíbrio e a coordenação.

Toda atividade se torna um problema quando você está sofrendo de dor no joelho. A dor é muitas vezes acompanhada de instabilidade do joelho, o que aumenta o problema. Há muitas razões ou melhor, condições médicas responsáveis pela dor do joelho. Alguns dos motivos mais comuns de dor no joelho agudo são artrite, bursite, tendinite, gota, etc.

cirurgia-do-joelho.jpg

As condições médicas, como lesões de menisco, osteoartrite, síndrome da banda iliotibial (já dito antes) são responsáveis pela dor no lado do joelho. Embora as causas variam de acordo com diferentes tipos de dor no joelho, os exercícios são os mesmos.

No entanto, para uma excelente melhora e um trabalho de fortalecimento muito bem feito, Se faz necessário, após passar pelas sessões de fisioterapia, o acompanhamento de um Personal Trainer especializado nesse tipo de recuperação osteoarticular. Andei procurando algum vídeo na internet que pudesse ajudar a entender como é feito esse tipo de recuperação e achei um aonde é visto muito do que eu passo para meus alunos, mesmo nenhum deles possuindo lesões nos joelhos, faço esse trabalho pelo menos uma vez por semana para evitar complicações futuras.

Bem aproveitem o vídeo, é bem rapidinho e mostra como cuidar dos seus joelhos: